Dicas úteis

Acidez do estômago

Como entender a acidez do estômago é aumentada ou diminuída? Vamos descobrir.

Para o processo de digestão, é muito importante que o suco gástrico tenha um nível normal de acidez. Este nível é determinado pela concentração de ácido clorídrico. Em nosso artigo, aprendemos como determinar a acidez do estômago. Também descobrimos quais são os sinais de um aumento ou diminuição do indicador.

Suco gástrico e sua acidez

A acidez aumentada é um excesso de ácido clorídrico, pode levar a um enfraquecimento da membrana que protege o estômago. Maior acidez afeta negativamente suas paredes. Esse processo está intimamente interconectado com uma série de patologias e sintomas indesejáveis, por exemplo, isso leva a doenças como úlceras, sangramentos, gastrites e assim por diante.

Como determinar a acidez do estômago em casa é interessante para muitos.

Quanto à acidez reduzida, é uma deficiência de ácido clorídrico e leva a efeitos adversos. Com essa forma de desvio, a atividade antibacteriana do ácido piora, causando uma violação significativa da flora intestinal. No estômago, existe um ambiente favorável à propagação de bactérias patogênicas e, além disso, fungos. Portanto, quando as bactérias Helicobacter chegam, elas se multiplicam, devido ao surgimento de várias doenças, como erosão, gastrite, polipose e, pior ainda, tumores malignos.

Considere como determinar a acidez do estômago.

Métodos de autodiagnóstico

O mau funcionamento do sistema digestivo com vários tipos de acidez pode ser facilmente confundido com outras doenças, se você não monitorar a reação do corpo a determinadas preferências gustativas. Existem testes bem conhecidos para determinar a acidez do estômago. Você deve usar os seguintes tipos de produtos:

  • Teste de limão. Normalmente, as pessoas com alta acidez provam essa fruta muito azeda. Aqueles que tiverem baixado usarão facilmente a polpa ou o suco de limão, pois isso não lhes causará desconforto. Ainda como verificar a acidez do estômago?
  • Teste com bicarbonato de sódio. Para testar a acidez usando esse método, é necessário 0,5 colher de chá. refrigerante, que é dissolvido em água e bem misturado. A bebida resultante é bebida com o estômago vazio e monitora a condição do seu corpo. A falta de arrotos indica um nível mais baixo.
  • Teste usando mingau de milho com manteiga. No caso de azia aparecer neste prato, isso indicará um nível aumentado. Como verificar a acidez do estômago, nem todo mundo sabe.
  • Teste de suco de maçã. Para verificar, você deve beber esse suco com o estômago vazio. No caso de aumento da acidez, haverá sensações desagradáveis ​​e, além disso, dolorosas no abdômen. No caso de essas sensações estarem ausentes, isso significa que o nível de acidez é normal. Se houver desejo de usar suco de maçã ou outro produto ácido, ele será bastante reduzido.

Veja como determinar a acidez do estômago em casa.

Por que a acidez é baixa e quais são as razões para isso?

A acidez reduzida é o resultado de certas doenças, como gastrite, gastroduodenite ou câncer de estômago. Essas patologias estão intimamente relacionadas à ruptura das glândulas, responsáveis ​​pela presença de ácido clorídrico. Assim, a baixa acidez é um tipo de patologia bastante sério, pois cria um ambiente para a propagação de infecções.

Por que a acidez aumenta?

O principal motivo desse aumento é considerado uma dieta inadequada, além do descumprimento do cronograma de adoção de produtos. O uso de alimentos gordurosos e picantes, juntamente com carnes defumadas, doces, álcool e café, tem um efeito extremamente negativo no processo de digestão.

Além disso, o uso prolongado de um determinado tipo de medicamento pode aumentar a acidez no estômago. Esses medicamentos incluem medicamentos hormonais juntamente com medicamentos anti-inflamatórios não esteróides. Fumar também afeta adversamente o estômago e aumenta sua acidez.

Sinais de acidez diminuída do estômago

Os sinais mais característicos de baixa acidez são os seguintes fatores:

  • A presença de arrotos junto com um odor desagradável.
  • Inchaço frequente.
  • Uma sensação de peso no hipocôndrio.
  • A presença de dor maçante depois de comer.
  • A aparência de um banquinho virado.

Sinais secundários de acidez diminuída do estômago, que aparecem após algum tempo, neste caso, são os seguintes sintomas:

  • A presença de pele seca nas mãos e, além disso, no rosto.
  • A presença de unhas quebradiças e delaminadas.
  • A presença de cabelos quebradiços e secos.
  • O aparecimento de uma erupção cutânea e uma rede vascular expandida na face.
  • Fraqueza geral do corpo.
  • Falta de peso.
  • A presença de fadiga rápida do corpo.
  • Redução da hemoglobina, mesmo com uma dieta equilibrada.

Considere abaixo os sinais de aumento da acidez do estômago.

Sintomas do excesso de ácido

Este é um problema sem consequências menos negativas do que no caso oposto. Uma pessoa tem uma irritação da parede do estômago devido ao excesso de acidez, o que leva ao aparecimento dos seguintes sintomas:

  • O aparecimento de azia depois de comer.
  • Sabor de cobre na boca.
  • A presença de arrotos depois de comer.
  • Dor no estômago, que está doendo na natureza.
  • Peso com inchaço.
  • O aparecimento de sensações prementes na cavidade abdominal.
  • Falha no movimento intestinal.
  • O aparecimento de dor no estômago após medicamentos.

Os sintomas secundários que podem ocorrer se não tratados são os seguintes sintomas:

  • Diminuição do apetite e apatia.
  • Desconforto frequente no estômago.
  • Ataques frequentes de náusea e vômito.
  • A presença de um revestimento branco-cinza na língua.

Por via de regra, na ausência de tais sinais, a acidez é normal (acidez zero do estômago). Porém, na presença de pelo menos alguma sintomatologia, é necessário consultar um especialista em tempo hábil para identificar problemas prováveis ​​e posterior correção. Saber como determinar a acidez do estômago não é suficiente. Em seguida, descubra qual deve ser a dieta.

Escolhendo uma dieta com alto nível de ácido no estômago

Qualquer dieta para problemas de acidez deve ter como objetivo normalizar o nível de ácido clorídrico e criar condições favoráveis ​​à digestão normal. Com um alto nível de ácido, é necessário abandonar caldos ricos e, além disso, de lanches salgados, juntamente com vegetais crus e água com gás. A partir de vegetais, é permitido comer batatas cozidas, cenouras ou couve-flor.

Também é recomendável limitar doces e produtos de farinha. Útil para aumentar a acidez é considerado o uso de cereais, bem como água mineral. É necessário aceitar produtos na forma bem triturada e fervida.

Baixa acidez e dieta

Com baixa acidez, os princípios da dieta são semelhantes, mas vale a pena excluir alimentos gordurosos, pimenta e salgados. Com a normalização do bem-estar, é permitido expandir a dieta adicionando caldos de carne, pratos de peixe e vegetais. Ambas as opções de dieta excluem bebidas que contêm álcool. Você deve ter cuidado com várias especiarias, para que seja melhor removê-las completamente, pois elas podem ter um forte efeito irritante no estômago e melhorar os sintomas indesejados.

Para problemas de acidez, recomenda-se a ingestão frequente de produtos em pequenas porções. Nos dois casos, você deve seguir uma dieta rigorosa, especialmente com sinais pronunciados de acidez.

Métodos para determinar a acidez do estômago

Primeiro de tudo, você deve saber que seu nível normal deve ser de 0 a 9 mmol. As seguintes medidas estão relacionadas a medidas médicas que ajudam a determinar o nível de acidez:

  • Determinação da cor da urina. Para isso, são utilizadas resinas de troca iônica, por exemplo, Acidotest ou Gastrotest.
  • Realização de som fracionário do estômago. Usando esse método, o suco gástrico é aspirado usando um tubo de borracha, após o qual é examinado em laboratório.
  • Condução de um medidor de pH gástrico interno. Este método é mais preciso e, além disso, informativo. Com sua ajuda, a acidez é determinada em diferentes partes do sistema digestivo ao mesmo tempo.

Remédios caseiros para baixa acidez

Você pode tentar reduzir a acidez com uma dieta. Para fazer isso, pare de usar os produtos que causam seu aumento, ou seja, estamos falando de café, chá, bebidas carbonatadas, legumes em conserva, doces, legumes, cogumelos, alimentos gordurosos com leite azedo e pratos com alto teor calórico. Você deve consumir mais alimentos que ajudem a reduzir a acidez, que incluem leite desnatado, juntamente com leite fermentado, iogurtes, mingau de leite, queijo cottage e caçarolas de frutas, sucos de cenoura e beterraba. Também será útil consumir mel e curar água mineral, mas sem gás.

Para reduzir a acidez, você pode usar métodos alternativos. Um método popular eficaz é o uso de chá de ervas, infusões ou decocções, cujo efeito visa restaurar a função normal do sistema nervoso. É recomendável usar chá de menta, adicionando algumas gotas de suco de gengibre com uma colher de mel. O chá preparado de acordo com esta receita não apenas acalma os nervos, mas também ajuda no processo de digestão.

Você pode beber uma decocção feita a partir de sementes de linho, e a tintura de sementes de endro também é adequada. A ação desses produtos visa restaurar o trabalho saudável do estômago. O número de aplicativos por dia: duas vezes. Um método muito eficaz é tomar comprimidos de carvão ativado, que é capaz de ligar o excesso de ácido clorídrico.

O metal é necessário para eliminar o ácido. Bom para isso é cálcio. É necessário esmagar a casca dos ovos, misturar o pó resultante com vitamina "D" ou óleo de peixe. Use esse remédio com um sabor ácido na boca.

Examinamos os métodos básicos para determinar a acidez do estômago.

Prevenção ácida

Se um aumento no nível de acidez ocorre apenas de tempos em tempos, esse estado raramente leva a sérias conseqüências. Porém, no caso de um nível elevado ser observado regularmente, isso pode levar a doenças graves. Nesse sentido, é muito importante observar as seguintes medidas preventivas:

  • Corretamente e, além disso, coma racionalmente. Coma muitos alimentos que contêm fibras e proteínas com vitaminas. Recomenda-se que os alimentos sejam ingeridos em pequenas porções, excluindo alimentos gordurosos e picantes. Sob uma proibição especial deve haver pratos da categoria de fast food.
  • É igualmente importante deixar de fumar e, além disso, o uso de bebidas alcoólicas.
  • Devem ser realizados exames regulares da presença de infecção por Helicobacter pylori.
  • É necessário tentar evitar o estresse e a tensão nervosa.
  • Realizar tratamento oportuno de patologias de gênese infecciosa, pois podem levar ao desenvolvimento de complicações.

Conclusão

Como determinar a acidez do estômago agora está claro. Mas, apesar de tudo, deve-se lembrar que, em qualquer caso, você precisa procurar ajuda qualificada de um médico. Afinal, é o especialista que, com a ajuda do diagnóstico pretendido e dos exames clínicos, ajudará a fazer o diagnóstico correto prescrevendo tratamento adequado.

Acidez gástrica normal

O balanço do pH do órgão mais importante do trato digestivo (trato gastrointestinal) é considerado o principal indicador de saúde do trato gastrointestinal. O mais significativo é a mudança dinâmica no equilíbrio ácido-base durante o dia (no antro e outras regiões gástricas).

Existe uma certa norma de acidez do estômago, que varia significativamente dependendo da parte do órgão digestivo. Além disso, o pH da membrana mucosa e a superfície do estômago apresentam diferenças. Por exemplo, uma marca de 1,5-2,0 pH é considerada um valor normal no lúmen do corpo gástrico (o estudo é realizado estritamente com o estômago vazio). A acidez no antro do estômago é de 1,3 a 7,4 unidades de pH. Na camada epitelial profunda, o indicador está na região de 7,0 pH.

O ácido é considerado um meio se o pH for menor que 7. Se o pH exceder o número 7, o meio será chamado alcalino. Quando se trata de acidez zero do estômago, está implícito um pH neutro de 7.

Baixo teor de ácido clorídrico

Os seguintes sintomas correspondem a um nível reduzido de ácido na composição do suco gástrico:

  • acumulação excessiva de gases intestinais,
  • dor no estômago e intestino delgado,
  • arrotos frequentes com odor podre,
  • barulho constante no estômago
  • Arroto vazio,
  • fezes chateadas (constipação regular dá lugar a diarréia)
  • uma sensação de peso no estômago depois de comer.

Uma pessoa que tem uma produção reduzida de ácido clorídrico geralmente deseja comer alimentos ácidos, como o chucrute. Pão de centeio preto, sucos cítricos, picles e maçãs azedas também causam grande apetite.

A gastrite anacida, que é acompanhada de acidez zero, é uma patologia perigosa que, por um longo período, pode não se manifestar com nenhum sintoma. A ausência de um nível normal de um dos componentes do suco gástrico leva ao fato de que bactérias nocivas que caíram junto com a saliva começam a se multiplicar livremente. Por exemplo, Helicobacter pylori, que pode ser infectado por objetos domésticos, é um provocador do processo inflamatório da membrana do órgão digestivo.

Os alimentos que entram no antro do estômago são mal digeridos devido à produção insuficiente de ácido clorídrico. Gradualmente, o paciente desenvolve anemia por deficiência de ferro, osteoporose e demência. Patologias não tratadas tornam-se crônicas e o bem-estar da pessoa continua se deteriorando, porque O suco gástrico não lida com a decomposição de micronutrientes nos alimentos em compostos mais simples. Nesse caso, são necessários não apenas os medicamentos que normalizam o equilíbrio ácido-base, mas também os suplementos vitamínicos aos alimentos.

Alto Ácido Digestivo

Um aumento de ácido no estômago é manifestado pelos seguintes sintomas:

  • azia
  • cheira a boca azeda depois de comer,
  • dor epigástrica,
  • arroto azedo
  • uma alteração na cor da membrana mucosa da língua e a aparência de um revestimento leve em sua superfície,
  • dores de fome
  • violação das fezes (principalmente constipação),
  • náusea ou vômito depois de comer.

Pessoas que sofrem de produção excessiva de ácido observam que náuseas e dores de estômago são efeitos colaterais da ingestão de medicamentos anti-inflamatórios não esteróides.

A alta acidez, negligenciada por um longo período de tempo, geralmente se transforma em úlcera péptica do estômago ou duodeno, cujas manifestações causam sensações e complicações ainda mais desagradáveis.

Restaurar o pH normal

Para restaurar o equilíbrio de acidez, é necessário tomar medicamentos de vários grupos:

  • Antiácido. Estes medicamentos podem neutralizar o ácido clorídrico a um nível químico. Por exemplo, um desses produtos é o Almagel,
  • Antibacteriano. Esses medicamentos são indispensáveis ​​se você quiser se livrar dos microorganismos patogênicos que habitam o órgão digestivo (o mais famoso é o Helicobacter pylori). Na maioria das vezes, os antibióticos de amplo espectro são escolhidos para esse fim; no entanto, antes dos resultados do diagnóstico, a nomeação de medicamentos potentes não é recomendada,
  • Imunomodulação. Medicamentos estimulantes imunológicos são prescritos para pacientes cujo corpo está enfraquecido em um cenário de doença gastrointestinal crônica.

Pessoas que sofrem de gastrite hiperácido são mostradas drogas que têm um efeito deprimente na secreção de ácido clorídrico no estômago. O medicamento mais famoso desse tipo é Omez.

Estimulantes estimulantes da secreção de ácido clorídrico podem aumentar o nível de baixa acidez. Um bom efeito terapêutico também é alcançado através da terapia de substituição. Para fazer isso, o médico seleciona medicamentos contendo abominas, pepsinas e componentes de ácido clorídrico. Para se livrar da dor na região epigástrica, são prescritos antiespasmódicos.

Uma mudança no equilíbrio ácido-base pode ocorrer no contexto de erros na nutrição, mas na maioria das vezes os motivos estão nas doenças gastrointestinais. É por isso que é recomendado não atenuar os sintomas patológicos, mas visitar um médico para começar a tratar corretamente a raiz do problema.

Dieta para pessoas com problemas gastrointestinais

Меню человека, страдающего повышенной кислотностью, должно быть очень щадящим. Идеальным блюдом в этом случае считается обволакивающий суп, приготовленный на основе бульона из птицы или мяса нежирных сортов. Moa o cereal adicionado à sopa, deixando o prato quente como mingau.

É útil para uma pessoa doente comer cereais de aveia, arroz ou trigo mourisco bem cozidos (semi-líquidos). Na mesa deve estar presente pão com a adição de grãos integrais. Além disso, com um estado hiperácido, legumes e frutas frescas, legumes e laticínios são úteis.

A recuperação do equilíbrio ácido-base é beneficiada com águas minerais medicinais. 20 minutos antes de uma refeição, um copo de fluido de cura quente deve ser tomado por pessoas que sofrem de falta de ácido. Água recomendada: Essentuki No. 17, No. 4, Arzni e Uglich. Antes de usar, é aconselhável aquecer um pouco a água. Se o ácido clorídrico for liberado em excesso, você pode beber um copo de água mineral Borjomi, Dzhemruk ou Kashinsky (também deve estar quente) uma hora e meia antes das refeições.

Na dieta de uma pessoa com falta de ácido clorídrico, não deve haver produtos frescos de origem vegetal. Recomenda-se assar frutas e legumes, e é melhor recusar o feijão durante o tratamento.

Na mesa de uma pessoa confrontada com patologia gastrointestinal, deve haver comida a vapor. Você também pode comer produtos cozidos ou assados. No processo de cozimento, é inaceitável usar uma grande quantidade de sal, temperos e temperos quentes. Além disso, caldos ricos e alimentos ricos em carboidratos devem ser excluídos do menu. Bebidas que contenham álcool e cafeína são proibidas. Salsichas, fast food e outros alimentos que contêm conservantes também devem ser descartados.